Representantes de escolhinhas de futebol de Santana e de projetos de prevenção e reabilitação voltadas para o esporte estiveram com o candidato ao governo do Amapá, Capi 40, na manhã desta quinta-feira, 16, onde relataram a falta de apoio do governo do Estado com atividades que eles desenvolvem.

José Passos, presidente do Movimento Mãos Limpas, disse que para eles conseguirem bolas de futebol foram realizadas rifas. "Teve os jogos escolares e Santana não recebeu nenhum apoio", denunciou.

"Com os altos índices de violência que há em nosso Estado e sem atividades de esporte que possam ocupar as nossas crianças, elas ficam ainda mais vulneráveis a entrar no mundo do crime", lamenta o instrutor de escolhinha de futebol, Odiel Souza, que trabalha com 150 jovens.

Capi 40, parabenizou o trabalho e o esforço, que mesmo diante das dificuldades e falta de apoio, conseguem ocupar adolescentes e jovens nas atividades esportivas.

"Lá atrás, quando estivemos no governo as escolinhas de futebol tinham apoio. Aqui em Santana, construímos o ginásio e criamos a bolsa trabalho com direito a salário mínimo, uniforme e lanche para as nossas crianças", lembrou Capi 40 ao reafirmar seu compromisso em continuar apoiando o esporte.

 

Na manhã desta quinta-feira, 16, o candidato ao governo do Amapá, Capi 40, deu início as atividades de campanha e seu primeiro compromisso foi no município de Santana, onde reuniu com professores da direção do Sindicato dos Profissionais em Educação do Amapá (Sinsepeap).

Capi falou das propostas voltadas para o setor da educação, como é o caso da implementação das novas tecnologias no processo ensino-aprendizagem.

"Estou extremamente preocupado com o alto índice de evasão escolar. Precisamos trazer de volta os estudantes para a sala de aula. Temos de um lado a diminuição de recursos, violência e a falta de um bom ambiente escolar. Temos uma educação analógica, enquanto as nossas crianças e os nossos professores estão na cultura digital. Como introduzir as novas tecnologias tendo o professor como mediador?", indagou Capi 40 que falou da necessidade de se debater o orçamento público que hoje é distribuída de forma desigual.

Capi ainda falou do caso da Assembleia Legislativa. “Ela tem R$ 172 milhões, mas para funcionar bem, precisaria de no máximo R$ 60 milhões", explicou. O socialista informou aos professores que ele apoia a proposta dos candidatos a deputados estaduais que defendem a redução pela metade do orçamento da ALAP.

O senador Capiberibe reuniu na manhã desta terça-feira, 14, com o superintendente da Caixa Econômica Federal no Amapá, Ederson Cláudio Negri, para conversar sobre os entraves do Governo para executar obras no Estado. Ederson informou que ainda há dificuldades na garantia das contrapartidas, problemas nas licitações, na elaboração de projetos e, principalmente, na rotatividade de funcionários que acabam atrapalhando o andamento dos projetos.

Capi disse que vai protocolar ofício junto à Caixa, solicitando um diagnóstico sobre o volume de recursos que foram perdidos nos últimos 10 anos, além dos projetos atuais que o Estado tem com a Caixa e os entraves que precisam ser superados para garantir a boa execução dos recursos da União. O senador também falou da experiência da Gestão Compartilhada que está sendo adotada no acompanhamento de suas emendas parlamentares.

"A diferença é que por meio da Gestão Compartilhada os beneficiários, o nosso mandato e o poder público participam diretamente na execução dos projetos. Essa experiência, que já adotamos em bairros de Macapá, nos inspirou na elaboração da Lei da Gestão Compartilhada, já aprovada no Senado e tramitando na Câmara dos Deputados", disse Capi.

Capiberibe também ressaltou que é necessário a redistribuição justa do orçamento público no Amapá ao receber a informação que o empréstimo que o atual governo faria junto à Caixa para garantir contrapartidas foi cancelado. "Não podemos nos dar o luxo de repassarmos R$ 172 milhões para a Assembleia Legislativa, enquanto o governo não garante recursos de contrapartidas”.

Pagina 6 de 30
bannerda tv

PRESTAÇÃO DE CONTAS 2017

00000001

capi sustentavel

livro morte nas aguas

capi youtube
Sua ideia pode virar Projeto de Lei

Newsletter

  1. Twitter

Endereço

Ala Sen. Afonso Arinos - Gab. 08
CEP: 70.165-900 Brasília/DF
Telefone: (61)3303-9011
Fax: (61)3303-9019
Email:  O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.